Quem é o maior campeão da história do Goianão?

Hugo Bourguignon

Hugo Bourguignon

5

O campeonato goiano, promovido pela Federação Goiana de Futebol (FGF), representa a elite do futebol da região, se destacando como uma das competições estaduais mais tradicionais do país – com um histórico de 80 edições até o momento.

A primeira partida aconteceu em 1944 e, desde então, o torneio passou a ser uma peça fundamental no calendário anual das equipes goianas.

No topo da lista de conquistas está o Goiás Esporte Clube. Ao acumular um total de 28 títulos, o Goiás solidificou sua posição como a força dominante do estado ao longo das décadas, erguendo-se como o clube que mais levantou a taça na história do Campeonato Goiano.

Imagem de três logos dos principais clubes do campeonato

Disputa e estrutura

O Campeonato Goiano de Futebol, apelidado carinhosamente de ‘Goianão’, é uma competição anual que empolga os corações dos torcedores goianos.

Disputado por diversos clubes da elite do futebol do estado, a competição normalmente tem seu pontapé inicial em janeiro e termina em meados de abril.

Quanto ao sistema de disputa a competição adota uma fórmula que conta com a participação de 12 equipes na ‘Primeira Divisão’.

Na edição deste ano, as equipes participantes da Série A são:

  • Atlético Goianiense
  • Goiás
  • Vila Nova
  • Goiânia
  • Aparecidense
  • Anápolis
  • Grêmio Anápolis
  • CRAC
  • Iporá
  • Jaraguá
  • Anapolina
  • Inhumas

No campeonato goiano 2024, as equipes se enfrentam em um único turno, enfrentando todas as outras participantes. Ao término dessa fase, as oito melhores equipes avançam para as quartas de final, enquanto as duas piores são rebaixadas para a ‘Divisão de Acesso’.

A partir da segunda fase, que engloba quartas de final, semifinais e final, os confrontos são disputados em partidas de ida e volta, com a possibilidade de disputa de pênaltis em caso de empate no placar agregado.

Na final da edição do ‘Goianão’ deste ano, o Vila Nova enfrentará o Atlético-GO em partidas de ida e volta. Por ter obtido a melhor campanha na fase de classificação do campeonato goiano, o Atlético-GO terá a vantagem de decidir em casa.

O primeiro confronto está marcado para 31 de março, no Estádio OBA. Já o jogo de volta ocorrerá em 7 de abril, no Estádio Antônio Accioly. Os horários das partidas foram confirmados para as 16h em ambos os jogos.

O pulsar das emoções

Em comparação com outros campeonatos regionais do Brasil, como o Paulista, Mineiro, Paraense, Carioca e Paranaense, o futebol goiano tem seu próprio charme.

Em contraste com as ligas estaduais mais amplamente reconhecidas, os jogos do campeonato goiano podem não ter o mesmo brilho midiático, mas o que falta em popularidade nacional, compensa em devoção local.

A TV ‘Brasil Central’ foi a responsável pela transmissão das partidas pelo segundo ano consecutivo garantindo o título de emissora oficial do Campeonato Goiano de Futebol 2024.

A parceria entre a TBC e a TV Alego com a Federação Goiana de Futebol (FGF) ampliou a cobertura televisiva dos jogos, sendo transmitidos em diversos canais, como TV aberta, YouTube e Instagram.

A audiência expressiva durante as fases de classificações do campeonato goiano, com mais de 3 milhões de visualizações no YouTube e um aumento significativo de inscritos e seguidores, deixou claro o sucesso das transmissões.

A expectativa é que a partida entre Atlético-GO e Vila Nova garanta um novo recorde de telespectadores durante a final que ocorrerá nas próximas semanas.

Além das fronteiras do estado

Em 2023, os times goianos enfrentaram diversos desafios em diferentes divisões do futebol brasileiro. O Vila Nova, apesar de um início promissor na Série B, não alcançou o acesso à elite, tendo uma temporada considerada decepcionante.

O Atlético Goianiense, por sua vez, conquistou o bicampeonato goiano e garantiu o retorno à Série A do Brasileirão, apesar de alguns percalços ao longo do caminho.

Já o Goiás Esporte Clube enfrentou dificuldades, sendo rebaixado para a Série B após uma temporada marcada por resultados insatisfatórios, apesar da conquista da Copa Verde.

Em 2024, o clube promete que será um ano diferente devido a implementação de um novo modelo de gestão. O novo estatuto do clube prevê a possibilidade do Goiás se tornar uma Sociedade Anônima de Futebol (SAF).

A glória dos maiores vencedores

Ao longo de sua rica história, o Campeonato Goiano de Futebol testemunhou o brilho de diversos clubes que se consagraram como campeões.

O líder incontestável deste panteão de glórias é o Goiás Esporte Clube. Com um impressionante total de 28 títulos, o Goiás estabeleceu-se como o gigante do estado, consolidando sua posição como o clube mais vitorioso do Campeonato Goiano ao longo dos 80 anos de história do campeonato.

Desde sua primeira conquista em 1966 até seu título mais recente, o Verdão da Serrinha demonstrou uma grande capacidade de dominar a competição ao longo dos anos.

Em segundo lugar, mas não menos imponente, está o Atlético Clube Goianiense, com 17 títulos em sua gloriosa trajetória. O Dragão da capital também demonstrou sua força ao longo das décadas, erguendo troféus e deixando sua marca nas páginas da história do futebol goiano.

Além desses dois gigantes, outros clubes também merecem menções honrosas por suas contribuições, como o Vila Nova Futebol Clube, com 15 títulos, e o Goiânia Esporte Clube, com 14.

Os Ícones do Goianão

Além de clubes e taças, ao longo das décadas, o Campeonato Goiano viu brilhar uma série de talentos excepcionais. Estes são alguns dos maiores nomes que ajudaram a moldar e elevar o ‘Goianão’ ao patamar que se encontra hoje:

Túlio Maravilha

Considerado uma lenda viva do futebol goiano, Túlio Maravilha é reverenciado por sua incrível habilidade dentro de campo e seu impressionante faro de gol. Com passagens pelo Goiás e outros clubes do estado, Túlio deixou sua marca no Campeonato Goiano com atuações memoráveis.

Baltazar

Outro ícone do futebol goiano, Baltazar é lembrado por sua perícia e precisão na hora de balançar as redes. Sua marca registrada no Campeonato Goiano é sua impressionante temporada de 1978, na qual marcou 31 gols, um recorde que perdura até os dias de hoje.

Uidemar

O talentoso meio-campista deixou sua marca no futebol goiano com sua habilidade técnica e visão de jogo excepcionais.

Uidemar é lembrado também como um dos grandes nomes do Goianão, contribuindo para o sucesso do Goiás nos títulos de 1986, 1987 e 1989 encantando os torcedores com sua classe em campo.

Uma competição repleta de futebol e tradição

No fim do dia, o Campeonato Goiano de Futebol é uma competição enraizada na história e na paixão dos torcedores locais, representando o ápice do futebol estadual em Goiás.

Com uma estrutura competitiva envolvendo clubes de todo o estado, o torneio é marcado por sua emoção e tradição. A temporada de 2024 ainda promete mais momentos emocionantes, enquanto Atlético-GO e Vila Nova disputam a taça deste ano e a glória dentro das quatro linhas.

1 avaliações, média 5 sem 5